Seguidores

:: LINK-ME ::


2 de abr de 2010

VIROSES - Doenças provocadas por vírus

As viroses são doenças provocadas por vírus, uma classe especial de microrganismos que parasita as células do corpo atacado, fazendo com que elas deixem suas funções habituais e passem a trabalhar formando novos vírus (no fim do processo, essas células morrem). É importante dizer que os vírus não possuem um sistema interno que possa dar conta de si mesmos e de se replicarem. Por isso, tais organismos necessitam induzir outro ser vivo a fazer isso por eles.



São várias as doenças provocadas por vírus – desde um simples resfriado até doenças que podem levar à morte, como a AIDS, a raiva e a febre Ebola, da qual recentemente houve um surto na África. As viroses têm em comum o fato de que o remédio para combatê-las, muitas vezes, é também tóxico ao organismo humano.São os glóbulos brancos, em suas diversas formas, os encarregados da defesa, quer via combate corpo a corpo, quer via produção de anticorpos – substâncias que aderem aos vírus, facilitando a eliminação destes.


Presa fácil - Os vírus têm uma atividade chamada imunossupressora: além de não permitirem que as células parasitadas cuidem de si mesmas, também provocam o enfraquecimento e até a destruição das células de defesa, facilitando a entrada de outras classes de germes. Isso é o que acontece com a AIDS, quando o sistema imunológico é quase desmantelado, e o indivíduo torna-se presa fácil de bactérias, fungos e protozoários, que normalmente não atravessariam nossas defesas. Já os vírus da gripe atacam por meio de um enfraquecimento prévio do sistema imunológico.


Diversos fatores estão relacionados ao aparecimento das viroses: estresse emocional continuado, alimentação inadequada, excesso de trabalho, escassas horas de sono, estresse climático súbito (proveniente de ter-se submetido a uma frente fria sem os devidos cuidados – abrigo e/ou alimentação adequada) e infecções repetidas.


Tratamento - As viroses são transmitidas de um ser vivo a outro – os vírus não resistem muito tempo ao ambiente externo –, por meio de secreções das vias respiratórias (como acontece com a gripe, a catapora, o sarampo e a rubéola), mãos contaminadas com secreções e excreções (é o caso da hepatite, das diarréias e das gripes, cujo contágio pode ser evitado por medidas bastante simples: lavar as mãos antes de comer, dentre outras coisas) e pelo sangue (hepatite e AIDS).


O melhor tratamento para as viroses é a prevenção do contágio e a manutenção de um sistema imunológico saudável.


Em geral, não se usam medicamentos antivirais (reservados para doenças mais graves como a AIDS). Utilizam-se apenas remédios sintomáticos e aqueles voltados para o tratamento das complicações decorrentes de uma virose, como o uso do soro no caso de diarréia e a ingestão de vitamina C. Além disso, recomendam-se uma boa alimentação e o repouso no caso de gripes. O nosso sistema imunológico se encarrega, então, de eliminar os invasores.


fonte:
http://www.ongrace.com/colunistas/colunista.php?auto=27&id_nome=vilma


Centro Hospitalar São Lucas - http://www.chsl.com.br - chsl@chsl.com.br
Desenvolvimento: Rafael da Cunha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE O SEU COMENTÁRIO