Seguidores

:: LINK-ME ::


20 de mar de 2011

Sinais dos Tempos - Volta de Jesus



Texto Básico: Mateus 24 1-8


“Ora, Jesus, tendo saído do templo, ia-se retirando, quando se aproximaram dele os seus discípulos, para lhe mostrarem os edifícios do templo. Mas ele lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não se deixará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada. E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores (Mateus 24 1-8)”.

Muitas são as promessas registradas na Bíblia, com toda segurança, a mais esperada nos últimos dois mil anos pelos cristãos do mundo inteiro, é a que faz referência acerca de Sua vinda:

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver estejais vós também" (João 14:1-3).

Na verdade ninguém, a não ser Deus, sabe quando acontecerá a volta de Jesus. O Senhor enfatizou em Atos.1.7: "Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou para sua exclusiva autoridade." Entretanto, precisamos distinguir claramente entre fatos, suposições e especulações. É fato que Jesus voltará. A suposição é que Ele virá muito em breve. Mas seria especulação tentar marcar a data da Sua volta.

"Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá" (Mt.24.44). Ele virá "como ladrão"; é o que está escrito no último livro das Sagradas Escrituras (Ap.3.3).

Como podermos nos aperceber? Existem alguns indicativos que, se não nos dão com precisão o dia de Sua vinda, nos orientarão com relação à proximidade de tão grandioso evento. Esses indicativos ou sinais é o objeto de nosso estudo.


1. Que sinal haverá da tua vinda?

Em nosso mundo acontecem coisas que apontam de maneira extremamente clara para a iminente volta de Jesus. Ninguém sabe dizer se isto acontecerá hoje, amanhã ou somente daqui a alguns anos. Mas todos os sinais apontam para o último grande alvo da história da humanidade.

a) Guerra e rumores de guerras - O século XX caracterizou-se como século de guerras. Tivemos nele as duas primeiras guerras mundiais da história, que deixaram após si um total de 70 milhões entre mortos, feridos e desaparecidos. E a crescente tensão que agora existe entre os povos só pode significar uma coisa: Caminhamos para um grande conflito. O sonho de paz e segurança se tornou um pesadelo de terror. "Haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo." Lucas 21:26. A situação no Oriente Médio se agrava de maneira dramática. Mas o clamor por paz e segurança não se limita apenas ao Oriente Médio, abrangendo o mundo todo (1Ts.5.3). Vivemos numa época em que é possível destruir o mundo inteiro em apenas uma hora. O cenário apocalíptico em todas as áreas se delineia de maneira cada vez mais evidente e torna-se cada vez mais provável.

b) Catástrofes mais freqüentes e intensas - As catástrofes naturais alcançaram dimensões e freqüências assustadoras, são cada vez mais dramáticas e se sucedem a intervalos sempre menores (Lc 21.25).


c) Epidemias e fomes – Através dos jornais você se informará da última epidemia coletiva nos países europeus e do novo vírus letal criado por acidente em um laboratório de prestígio em manipulação genética. Tomará consciência da desolação na Etiópia, onde seus habitantes morrem por falta de alimentos. Lerá sobre a crise econômica mundial e da terrível taxa de desemprego que está fazendo que cada vez mais pessoas tenham fome, mesmo nos países mais industrializados.

d) O aumento da Ciência - Hoje estamos presenciando uma verdadeira epidemia de invenções humanas. A humanidade tem feito, neste último século, mais progresso em ciência, invenções, medicina, transporte, comunicação, e em quase todas as outras áreas de conhecimento, do que em todos os demais séculos juntos! “Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará (Daniel 12:4)".

e) Economia globalizada - Está sendo construído um sistema econômico global, uma verdadeira teia, da qual ninguém mais pode escapar, e é possível que esse sistema desabe de uma hora para outra. Atualmente uma crise em qualquer lugar do globo já abala o mundo inteiro (comp. Ap.18.10). Uma prova disso é a União Européia e a Internet.

f) Ateísmo crescente e apostasia espiritual - O afastamento de Deus e o distanciamento das verdades bíblicas é tão evidente e cada vez mais atrevido que fica difícil achar uma situação que se compare a ela. Alguém observou: "As pessoas de hoje sabem tão pouco das verdades bíblicas que vivem suas vidas como se Deus não existisse" (comp. 2Ts.2.3; 2Tm.3.1). E por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos" Mateus 24:12.

Pedro realmente descreveu os últimos dias de crença e cepticismo: "Tendo em conta, que, nos últimos dias virão escarnecedores com os seus escárnios andando segundo as próprias paixões, e dizendo: Onde esta a promessa da Sua vinda? Porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação." 2 Pedro 3:3-4.

g) Abandono moral – A iniqüidade e crime são vistos por toda parte e são realmente tempos difíceis estes. Declínio da moral e do caráter, lares desfeitos pela falta de amor, filhos levantando-se contra os pais e estes contra aqueles e a obsessão do sexo, da violência e dos vícios. Diz o professor P. Sorokin, da Universidade de Harvard: "Estamos completamente cercados da crescente onda de sexo, que inunda todos os compartimentos da nossa cultura, cada divisão da nossa vida social". A Bíblia salienta: “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; 2, pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, 3 sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, 4 traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, 5 tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses.” 2 Tm 3:1-5.

h) Crescimento do pensamento herético - Na área do ocultismo, o diabo está solto: nos meios de comunicação, no cinema e na televisão as pessoas são literalmente afundadas no esoterismo e soterradas por filmes de ficção científica. Alexander Soljenitzyn observou: "Os poderes do mal iniciaram sua ofensiva decisiva" (comp. 2 Ts.2.9; 1 Tm.4.1). Se você comprar o jornal de hoje é muito provável que encontre informações acerca de seres iluminados que asseguram que são a encarnação de Cristo e que vieram para salvar o mundo.

i) Retorno do povo Judeu - O povo judeu está novamente em sua própria terra, onde irá receber primeiramente o anticristo, sendo depois levado ao encontro do Senhor que está voltando. Assim, profecias milenares aguardam seu cumprimento final (Jr. 24:6-7).

O marcador no relógio de Deus mostra alguns minutos para o tempo por Ele estabelecido. "Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes acontecer ESTAS COUSAS, sabeis que está próximo, às portas." Marcos 13:28-29.

j) Proclamação mundial do evangelho - "E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então virá o fim" Mateus 24:14. Atualmente é grande movimento das missões modernas. Milhares de missionários cristãos penetraram a Ásia e a África, e ilhas, tendo o cristianismo experimentado crescimento sem precedente. Hoje ele abrange o mundo inteiro e o evangelho soa em praticamente todos os lugares da terra. A Bíblia está hoje traduzida em mais de 1.500 línguas e dialetos e está sendo distribuída numa média de 100 milhões de exemplares por ano.

Apesar do incrível cumprimento das palavras de Cristo, devemos levar em conta que embora elas anunciem que Ele vem, estes sinais não são os últimos nem os definitivos. Se lermos esta passagem com cuidado, notaremos que Jesus Cristo disse: "mas ainda não é o fim" e "tudo isto é só o princípio das dores". Isto mostra que ainda faltam algumas coisas por vir, quais são? Leia com atenção a continuação do sermão pregado pelo Senhor Jesus aos discípulos:

"Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que perseverar até o fim será salvo. E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim." Mateus 24:9-14.

Todos os sinais além de apontarem para a vinda de Cristo, salientam também o surgimento do Anticristo. O Novo Testamento vê o mal dos últimos tempos atingir o auge nessa figura, que é um falso messias inspirado por Satanás para operar milagres e reivindicar de maneira blasfema honras divinas (Ap 13.5.). A segunda vinda de Cristo trará a destruição desse personagem e de todo o mal (2Ts 2.8); a reunião de todo o povo de Deus, vivos e mortos (1Ts 4.14); e o julgamento do mundo (Mt 25.31).


2. Quando Jesus voltará?

Será possível conhecer a data deste evento? O próprio Jesus responde: "Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai... Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. Por isso, estai vós apercebidos também, porque o Filho do Homem há de vir à hora em que não penseis". (Mateus 24:36,43,44). Todos os cálculos de datas estão excluídos e por isso os cristãos vivem em expectativa diária exatamente porque não se pode saber a data.

Conclusão

1. Devemos estar prontos no presente para sua volta futura.

A provável intenção do discurso de Jesus era não só dar algum ensinamento sobre os sinais do fim, mas também exortar seus ouvintes a se manter prontos no presente para sua volta futura.

"Ora, ao começarem estas cousas a suceder, exultai e erguei as vossas cabeças; porque a vossa redenção se aproxima." Lucas 21:28. Nós devemos agir como se Jesus viesse hoje. Os que O amam deveras considerarão estas coisas com seriedade e com a ajuda de Deus estarão "vigiando" até que Ele venha. "Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor" Mateus 24:42 .



2. Devemos Cumprir nossa tarefa de ganhar mais vidas para o Senhor Jesus

Lemos em 2 Tessalonicenses 1.10: "quando vier para ser glorificado nos seus santos e ser admirado em todos os que creram, naquele dia (porquanto foi crido entre vós o nosso testemunho)." Até que chegue esse momento, devemos remir o tempo e cumprir nossa tarefa para que mais pessoas sejam ganhas para o Senhor Jesus e para que Sua Igreja seja preparada para quando Ele voltar. Acima de tudo, temos a Palavra Profética, para a qual devemos atentar como uma luz que brilha em lugar tenebroso (2 Pe 1.19).

Autor Pb. Moisés Sampaio de Paula


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE O SEU COMENTÁRIO